Tite conversa com Muricy e Dorival e cria sistema de proteção a Neymar

Tudo pelo craque




Objetivo do treinador foi tirar a sobrecarga das costas do jogador

Principal nome da seleção em tempos difíceis do futebol brasileiro, Neymar sempre foi sobrecarregado na equipe nacional, sendo capitão e a referência para os demais atletas em diversos sentidos.

Na era Tite, porém, o craque ganha fôlego por conta do sistema de distribuição de lideranças criado pelo treinador. Nele, Miranda tornou-se capitão e Renato Augusto ganhou a responsabilidade de liderar a comunicação, conversando com a arbitragem e discutindo com adversários.

A Neymar, antes sobrecarregado, cabe a função de ser o líder técnico da equipe, aquele que deve servir de desafogo nos momentos difíceis. Também é ele o responsável por receber jovens promessas como Gabriel Jesus e Gabigol, tendo papel importante dentro de campo e nos vestiários, com sua personalidade descontraída e querida pelos companheiros.

Para entender melhor o perfil de Neymar, segundo a Folha de S. Paulo, Tite conversou com Dorival Júnior e Muricy Ramalho, técnicos do atleta no Santos. Também assistiu a diversos jogos do Barcelona a fim de montar o melhor esquema para o jogador, o 4-1-4-1, no qual atual aberto pela esquerda, vindo para o meio e puxando contra-ataques.

A seleção brasileira joga na próxima terça-feira contra a Colômbia, na Arena da Amazônia, pelas Eliminatórias da Copa da Rússia. (Com informações Site Noticia ao minuto)


Publicidade
Informações

Data

Data

Jornal Folha de Itapetininga

Redação, Administração e Publicidade:
Rua Saldanha Marinho, 532 Centro - Itapetininga - SP
Fone: (15) 3271 1576
comercial@folhadeitapetninga.com.br